terça-feira, 17 de maio de 2011

As origens do Mal

Boas.


Gostaria que vissem esta palestra do Michael Tsarion de 13 capítulos, onde ele estabelece alguns paralelos entre as ocorrências do passado, que nos foram legadas através de textos religiosos, simbologia e misticismo.
O porquê da nossa Natureza agressiva? As suas causas ? A História das Realezas em outras civilizações e a sua influência nas Nobrezas actuais?... Entre outros questões!
As explicações dadas por ele, muitas fazem sentido, outras nem tanto, mas,não deixam de ter a sua lógica.
Não está aqui em causa, se aquilo que Michael Tsarion diz, é a verdade absoluta ou não, pois também eu, tal como muitos de vós, encontraram algumas partes em que por certo, terão meias-verdades, no entanto, aqueles que como eu se interessam em procurar outras explicações que não as actuais, levantará algumas questões pertinentes.


A seguir, convidarei todos os que viram a serie, para iniciar um debate na caixa de comentarios acerca de algumas questões relativas á serie.
Era interessante reunir participantes das mais variadas sociedades, tais como Católicos, Maçons, Ateus e Agnósticos.


Adenda;
Para seguir para o Próximo capitulo, é só clikar no video ao centro.
5ª Feira, postarei as perguntas.
Até já.


Michael Tsarion - The Origins of Evil

Nuno

10 comentários:

Anónimo disse...

A serpente no jardim do Berlusconi tem a ver com o facto e que ele é o proprietàrio do AC Milao e que o simbolo da cidade de Milao é uma serpente a engolir um homem. Como também o simbolo da Alfa Romeo ou Anonima Lombarda Fabrica (Romeo é o Engenheiro e patrao). Nao creio que o Berlusconi ou o Eng. Romeo tenham conhecimento do Povo Serpente, eh eh eh. De qualquer dos modos é tudo muito interessante.
Saluti, Fernando

Streetwarrior disse...

Olá Fernando. ;)

Achas mesmo que o Berlusconi não sabe Fernando?
Só para lembrar quem é o Berlusconi, o mesmo é maçon de grau 33º e antigo integrante da infame loja Maçónica P2 ( propaganda 2 ).

A todos aqueles que não sabem do que eu e o Fernando falamos, informem-se por aqui.

http://vigilantcitizen.com/vigilantreport/top-5-most-sinister-corporate-logos/

Isso deve servir de alerta para todos aqueles que não dão o devido valor ao simbolismo presente nos logos das empresas e do estado em si mesmo.

Nuno.

Márcia Regina disse...

Nuno, eu li a sua explicação sobre o significado dos símbolos no brasão da casa este, e lá no canto esquerdo você se esqueceu de falar ou não percebeu que tem a serpente engolindo uma criança igual a que existe no jardim do berluscone. Tudo bem que ela é símbolo da cidade de Milão, mas porque é este símbolo horroroso escolhido para uma cidade? Tem algo haver com a ordem da seperpente a mais antiga do mundo e com o seu ritual de sacrifício de crianças. A elite global pratica rituais sinistros que remetem ao Mitraísmo e vemos na representação do deus mitra sacrificando um animal e tem uma serpente bebendo o sangue. Daí podemos ter alguma pista ou conexão, lembrando que eu falei em comentário anterior que descobri uma conexão destas dinastias com o antigo judaísmo que é praticamente cheio de elementos do mitraismo e sacrifiicio de sangue.Pra não falar da serpente de bronze do Moisés que picava as pessoas,e blá,blá ai tem coisa. Vai ver o judaismo moderno foi só pra ingles ver ou pra enganar as massas judaica enquanto a elite judaica(medicis, borjas, sforza, Rothchild,etc,por serem tão poderoso e acima da lei podem então praticar o culto original e sem reformas que era de derramamós vemos as capas dos Papas por exemplo nos quadros estendidas no chão pelos degraus de uma escadaria remetendo claramente como um véu de sangue no chão como se o tempo da antiga Jerusalém. Ah, Nuno você reparou no brasão do rei da grécia Maximiliano I levado para lá por um Rothichild(judeu) e veja que o manto abaixo dos objetos que compôem há uns colares exatamente na forma do candelabro de sete braços o símbolo judaico an tes da estrela do sionismo. Ah, tem mais veja o brazão eclesiastico do Pio X tem lá a estrela sionista. Sinistro! E só pra lembrar a maçonaria é uma criação da elite judaica .

Streetwarrior disse...

OMarcia
Vamos ver se consego ajudar.
"" Tem algo haver com a ordem da seperpente a mais antiga ""
Sim, tem.
Repara, a Serpente não tem nada de Horroroso, ela simboliza o Sol.
Atenta que Wadjet era simbolizada por uma Serpente no cima da cabeça como podes ver aqui;

http://espirra-verdades.blogspot.com/2011/05/as-13-dinastias-o-egipto.html

Wadjet significa o Sol, a Luz e a luz é simbolico de Sabedoria.

Ora como podes ver também, ela era simbolicamente a representação da casa de Wadjet ( serpente ) e lógicamente que estas linhagens de familias provêem já destas dinastias.
Nós sempre estivemos debaixo do JUGO destes senhores.
Como costumo dizer...as sociedades mudaram, os sistemas mudaram mas os poderes que dominam as sociedades sempre foram os mesmos...apenas se disfarçam com inumeras instituições e fantoches que usam como Mascara para que não sejam vistos a puxarem os cordelinhos na sombra.

Nuno

Streetwarrior disse...

Lê sobre a familia Pallavicini e perceberás melhor o brasão da sua dinastia...os 2 Abutres representados como a Aguia Bicéfala.
Eles são Wadjet ou Nekhbet.

Streetwarrior disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Streetwarrior disse...

A serppente de Moisés.
Moises é a representação de Ahkenaton...e a expulsão de Ahkenaton é o chamado exilio dos Judeus do Egito.
É a partir dai que as casas Reais Europeias são construidas.

Márcia Regina disse...

Obrigada pelo esclarecimento sobre a serpente mas temos muito que rastrear sobre isso e é de suma importância. Nuno aqui vão algumas suspeitas:Nuno, você acha que a elite judaica vem mesmo do oriente? Eu começo a achar que não. Estou estudando sobre o sangrento império KHazar(incrivelmente um judeu historiador de Tel Aviv Sholo Sand) lançou um livro(A invenção do povo judeu) polêmico inquestionável com provas históricas de que judeu de origem na judéia ou na palestina é um mito que eles são khazares e portanto invasores, mesmo os sefarditas(que são espanhois e portugueses) , mas é bom vermos essa coisa da serpente porque eles tem uma obsessão por isso. Me vi que sefardita remete a sefarad(terra de sefa , segundo eles mesmos explicam)descobri que é serpente ou cobra em hebraico e que dá origem ao nome (sefas=josé). Essa relação de sefa sefarad remete a antiga ibéria, pelo que ví. Checar isso. Bom, agora estou estudando sobre outro império brutal chamado Hititas o reino era na ásia menor(indo-europeus) vieram pra europa . Penso que os hititas podem ser os hicsos que invadiram o egito antigo(a turma do akenaton que inspirou o mitológico monoteísmo de moisés) veja que na estátua de akhenaton dá pra ver claramente os olhos oblícos dele um autêntico asiático ou um turco mongol.Hitias, hicsos, khazar podem ser os mesmos mudam de nomes para nos confundir, o problema é que os arqueólogos e historiadores que monopolizam essas descobertas são absolutamente todos judeus , então fica difícil saber da verdade. Mas os "judeus" ou supostos judeus são na verdade da região da Romênia ou Moldávia Vlade tepes O famoso dracul(dragão que remete a serpente) aí tem coisa, devemos rastrear. Batory era parene dele e ela era da elite judaica assim como quase toda a elite européia(as dinastias), isso foi tirado de cena, apagado dos livros e registros. Por que? Será que o que conhecemos por judaísmo é mesmo um produto genuinamente do oriente? Ou é o "judaísmo" antigo, uma fabricação indo-européia, prefiro armenofrancoanglosaxonica. E o judaísmo moderno uma invenção moderna do sionismo com poucos séculos de vida. Nuno, do céu(eu diria se não fosse atéia) eu desocri cada coisa desses caras na sua terrinha antiga(Portugal antigo) de arrepiar os pelos.
Nino, eu até poderia concluir que a elite portuguesa antiga (nos tempos do Império) era 99% gringa e judaica(principalmente judeus ingleses, espanhois, e da Bavária que mudam de nome em seu nomadismo mercante. Tem aí uma região antiga chamada entre o Minho e o Douro que era kg deles,dominavam tudo, eram juízes, tabeliões, coletores de impostos, etc.. além de que eles eram os conselheiros, médico, contadores da família real portuguesa... gente isso é sinistro. As vezes fico a pensar onde é que aqueles gringos confinaram os verdadeiros portugueses.

Anónimo disse...

NUno, veja se dá pra você me responder ao meu último comentário.
Eu acompanho seu blog, ele é muito bom mesmo. Estamos cada vez mais perto da grande verdade.

Streetwarrior disse...

Marcia,eu deixei um comentario no seu blog há algum tempo.
Mas cá vai.

Os Judeus como raça, realmente não existem.
Ninguém nasce Judeus ou cristão etc...nascem como seres humanos e depois convertem-se (ou não ) á religião.
Aquilo que estás a confundir como Judeus,não são Judeus, são Askanazis mais conhecidos como Sionistas provindos das antigas tribos Turkas aniquiladas por gengis Kan, imigrando depois para a polónia e alemanha.

http://198.62.75.1/www2/koestler/

Sim, o declinio do império Egipcio provém da invasão dos Hicsos.
O vaticano de hoje, são os padres de Atum e Amen.
Ainda hoje se finaliza as orações agradecendo ao Deus Sol, Amén.

A Cobra tem um significado que nada tem a ver com os Judeus.
É transversal a todas as religiões e mais uma vez, está ligado á metafora que o Sol descreve na nossa galaxia.

Aconselho-te ( e a todos ) que vejam estas series.
Ficarás fascinada como eu fiquei.

As above so Below part 1

http://www.youtube.com/watch?v=HtExkh6ZiNU

Know Thyself Part 1

http://www.youtube.com/watch?v=b2luC4AHmHE&feature=relmfu