quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Curiosidades simbólicas

Boas.
Ultimamente, não tenho sentido muita inspiração para escrever como já o tinha referido, pois sinto que estou a passar um novo momento de reflexão onde algumas coisas que parecem ser óbvias (pelo menos para mim ) não fazem sentido a muita boa gente.
Isso nada tem de mal, pois durante aquilo que eu chamo como "a experiência pessoal " de cada um no mundo físico ou material  passa por etapas e por momentos próprios que são necessários viver para podermos partilhar com os outros a mesma experiência.
Tenho andado mais distraído a ler e a obter respostas através da minha intuição pois até certo aspecto, andoa tentar " limar e apurar " este dom que acredito todos termos quando decidimos analisar as coisas por nós próprios e não retirar essas respostas baseadas em experiências de outros.
Tem vantagens e desvantagens.
Como tal, não ando com muita pachorra para falar de politica ou de acontecimentos que são transmitidos pela C.Social...até porque desde há  uns meses até á data, não vejo Tv, primeiramente pela carga negativa que a mesma tem sobre mim.
Provavelmente também já concluíram que desde o inicio até ao fim de um Noticiário e o mesmo nos Jornais, a técnica é juntar a carneirada sob o medo.
Medo dos assaltos, medo do mercado, meda da recessão e da crise, medo dos terroristas...medo medo medo.
Então, eu decidi colocar esse objecto que eu considero bastante perigoso para a minha sanidade mental, até porque quando não é o medo, é a criação dos estereótipos do este é mau, o outro é bom, os padrões de veneno absolutamente cruciais para que olhemos os outros ou com inveja ou sem o mínimo de compaixão.
Como tal, procuro alhear-me de toda essa mesquinhes e deixem que vos diga, considero-me muito mais calmo.

Vou tentar então, voltar ás primeiras linhas do meu blog que é tentar compreender o simbolismo do mundo que nos rodeia.
Não sei se alguma vez alguém pensou nestas questões.
Qual a razão dos nomes... dos números, das arquitectura...qual a razão de a manteiga se chamar manteiga...quem se lembrou, qual a etnologia de onde deriva a palavra...são questões como estas que tenho andado ás voltas.
Por exemplo.... já cheguei á conclusão que por norma e como seria lógico para quem se debruçar sobre isto que os nossos nomes, derivam de nomes provenientes de Cultos e de simbolos religiosos....na pratica, quase todos eles.
A Maçonaria, atribui os nomes aos seus filhos com base neste simbolismo..é dificil de aceitar, vejamos.
Hoje conhecemos nomes como Raquel..Salomão, Cristóvão, josé etc, tudo mas tudo provém particularmente de um sentido ligado a crenças.
Raquel vem de Rachel e iso traduzido por miúdos significa os Raios de El.
Mas não é por aqui que eu queria ir.
Quero-vos mostrar simbologia camuflada em sitios onde menos esperamos...como um HOTEL...ou HOT EL ou o Calor do Céu...ou mesmo o SOL.

Este é o Hotel ALIF que fica na Av Duque Dávila em São Sebatião, Lisboa .

São Sebastião, possui um riqueza na sua Arquitectura que irei retratar nos próximos Posts, hoje vou dar especial atenção a este Hotel
O Hotel ALIF foi remodelado á sensivelmente pouco tempo e surgiu assim...quem não percebe o significado de certo simbolismo não reparar mas a certo dia, ao beber um café no local em frente, percebi que algo não batia certo.
Já reparam no nome e como está escrito? Existia algo ali que me despertava a tal intuição que vos falei acima e que ando a aprimorar.
É claro que o A é o simbolismo do triângulo ou da Pirâmide Maçónica, ou do Símbolo do G.A.D.U como eles gostam de chamar.
Provavelmente, a coisa não ficaria por aqui. Muitos conhecem a Marca desportiva FILA... mas saberão que FILA e ALIF são exactamente a mesma coisa? ALIF trata da Palavra FILA no seu inverso, técnica muito útil de camuflagem na frente de nossos olhos.
Mas o que é ALIF ?
ALIF    ( eu aconselho a ver a pagina em Inglês ) FILA é o mesmo que ALEPT que no fundo, significa o primeiro ou o Criador o ALFA.
Em Fenício ele representa o A em Hebreu uma Letra igual ao X esse X por sua vez, é a letra em ARAMAICO língua do suposto Jesus Cristo e na sua forma Árabe como os chega, claro que só podia ser o L ou o Deus Saturno.
Por isso o X representa Saturno
Não é a toa que o Hotel é de 4*...e de cada lado...ou seja 8  ou seja Saturno


 Mas como desde Ahkenaton que o politeísmo foi proibido e é com ele que advém o culto Monoteísta do Deus SOL, a cor prata do Edifício, também não é a toa...pois ela representa a LUA, o símbolo Feminino dos cultos.
Reparem que também não é a toa que o mesmo, tem 2 colunas de 6 janelas de cada lado o que prevaz 12, o numero simbólico do SOL.
Para terminar no seu topo podemos ver a representação do Circulo ou de Deus ou  o Novus SOL .
Engraçado como estamos rodeados em toda a nossa volta de simbologia ..até nos sítios menos prováveis.

Prometo que trago mais...

Nuno

6 comentários:

fatima disse...

A estrutura do edifício é octogonal e os pilares são bem característicos.

Uma coisa é certa, os nossos olhos nunca mais serão os mesmos e cada vez verão mais coisas.

Bem observado.

voz a 0 db disse...

e o efeito ONDA da fachada?

Streetwarrior disse...

é possivel que tenha a ver com Vénus ou a lua, pois o simbolo da Agua está directamente ligado ás duas, ás quais assumem-se como ISIS

lunatiK disse...

Viva
apesar de não comentar, este é um dos meus pontos obrigatórios de passagem.
As coisas estão lá, cabe-nos a nós abrir os olhos e observá-las.
Continua com o bom trabalho.
Cumps.

Streetwarrior disse...

Obrigado pela consideração Lunatik.
Dispõe.
Nuno

Winston Smith disse...

Fantástico artigo, muito bem observado.