quinta-feira, 23 de junho de 2011

As 13 Dinastias - A Casa di Medici

A Casa dos Medici ou di Casa Medici foi uma dinastia política, família de banqueiros e mais tarde casa real.
O primeiro Medici a ganhar destaque foi  Cosimo Di Medici , na República de Florença durante o século 14. A família é originária da região de Mugello da Toscânia,  e foi aumentando gradualmente até que a família foi capaz de fundar o Banco Medici.  
O Banco Medici seria o maior da Europa durante o século 15, tomando a família para si o poder político , em Florença - embora oficialmente eles permanecessem apenas os cidadãos, ao invés de monarcas. Os Medici produziram 4 Papas da Igreja Católica e em 1531 a família tornou-se Duques de Florença hereditariamente
Em 1569, o Ducado foi elevada a um Grão-Ducado após a expansão territorial onde os Medici governariam o Grão-Ducado da Toscana desde o seu início até 1737 após a morte de Gian Gastone di Medici Grand Duke of Tuscany

Prestem bem atenção a esta familia, vejam bem as suas paginas, pois estes serão os banqueiros que passariam a controlar toda a fortuna do Vaticano, não foram os Rothschild como querem que nós engolamos essa treta, foram os Medici...é tudo para distrair a carneirada.
Reparem bem nos sinais de mãos desta familia, o sinal V, todos o fazem.

O Banco Medici foi uma das instituições mais prósperas e mais respeitados na Europa. Existem algumas estimativas que a família Medici foram os mais ricos da família na Europa por um período de tempo. A partir desta base, que adquiriram o poder político, inicialmente em Florença e mais tarde na Itália e na Europa mais amplo. Uma contribuição notável para a profissão de contabilidade foi a melhoria do sistema de contabilidade geral, através do desenvolvimento do sistema de contabilidade de dupla entrada para os créditos e débitos de rastreamento este sistema foi usado pela primeira vez por contadores que trabalharam para a família Medici, em Florença.
Esta pagina é para analisar toda e bem para ver de onde vêm
os Warburg ,os Asti e outras fortunas
Medici Bank -
"" The Medici Bank (1397–1494 )was a financial institution created by the Medici family in Italy during the 15th century. It was the largest and most respected bank in Europe during its prime.There are some estimates that the Medici family was, for a period of time, the wealthiest family in Europe. Estimating their wealth in today's money is difficult and imprecise, considering that they owned art, land, and gold. With this monetary wealth, the family acquired political power initially in Florence, and later in the wider spheres of Italy and Europe.""

O que dizem só desta pequena introdução...?

Subida ao poder
A família Médici foi-se conectando á maioria das outras famílias da elite da época através de casamentos estratégicos, parcerias, ou de empregos e como resultado, a família Medici ganharia uma posição de centralidade na rede social
 Várias famílias só conseguiam o acesso á outras famílias de elite somente através do Medici e essa tem sido sugerida como uma das razões para o aumento da família Medici.
Os membros da família Medici ganharam algum destaque no início do século XIV através do comércio de , especialmente com a França e Espanha apesar da presença de alguns Medici nas instituições da cidade e do governo eles ainda eram muito menos notáveis do que outras famílias, como o Albizzi ou o Strozzi.  

 Salvestro di Medici seria o presidente da  Guilda de woolmakers durante a revolta Ciompi, pela qual seria exilado de Florença, em 1396, o seu envolvimento em outros negócios menos claros em 1400 levou a que todos os ramos da família fossem banidos da política de florentina durante 20 anos, com a exceção de um dos Medici, Averardo di Medici , tendo esse originado a dinastia Médici.

Século XV.
Em 1434, o banqueiro Cosimo di Medici fez uma entrada exuberante em Florença. Queria mostrar que estava de volta à sua cidade, motivo de infortúnio para seus inimigos, que seriam banidos. Começava ali o reinado dos Medici, a grande família burguesa, patrona das artes e das letras, que comandou Florença e depois a Toscana até 1737, com breves intervalos. Cosimo havia passado um ano exilado em Veneza, acusado de tentar instaurar um governo tirânico. Mas a maioria ignorava essas suspeitas, porque as ruas ficaram lotadas de gente festejando seu retorno. "Raramente um cidadão voltando em triunfo de uma vitória foi recebido por seu país com tantas demonstrações de júbilo. Todos o saudavam como benfeitor do povo e Pai da Pátria", escreveu Nicolau Maquiavel, político e intelectual florentino.
Maquiavel, que chegou a ser preso e torturado a mando dos descendentes de Cosimo, antes de se dedicar a escrever sobre o banqueiro, sabia perfeitamente que aquela recepção calorosa tinha marcado o começo do fim para o governo republicano em Florença. Devagarzinho, usando seus vastos recursos financeiros para apadrinhar a classe média nascente e se aliar aos poderosos, dentro e fora da Itália, os Medici deixaram de ser homens de negócios e viraram uma dinastia....e uma verdadeira dinastia de mafiosos.
As outras grandes famílias de Florença até espernearam, voltando a expulsar os netos de Cosimo da cidade mais de uma vez. Mas só adiaram o inevitável: o domínio dos Medici durante 300 anos moldou boa parte da Itália renascentista, de certo modo, os Medici fundaram a primeira grande instituição financeira multinacional do planeta e foram um bocado hábeis em usar o poder económico para mandar e desmandar na política, na arte e até na religião. Um modelo que, afinal, está na base de quase todos os Estados modernos do Ocidente.
Nessa época, as repúblicas Italianas tinham um regime baseado nos chamados checks and balances (restrições e contrapesos) é uma herança da tradição política romana, cujo principal objectivo é impedir que qualquer pessoa obtenha o poder supremo, o mando era loteado entre os membros das guildas, corporações profissionais que reuniam banqueiros, negociantes, donos de manufaturas e artesãos.

Para aqueles que não sabem o que eram as Guildas, as Guildas eram reuniões de associações de determinadas profissões, onde os mesmos secretamente, se apoiavam e guardavam os segredos das artes.
As guildas mais conhecidas e mais influentes, talvez fossem as guildas de pedreiros, ou maçons, os verdadeiros maçons, não estes trastes que agora andam pelas sociedades em complôs especulativos onde se agarram ao poder que nem Lapas.

Em tese, todo integrante de guilda com mais de 30 anos e sem dívidas podia ser eleito, por sorteio, para cargos públicos como a signoria, principal magistratura, com nove vagas. Mas só um quarto dos postos era ocupado pelas guildas menores, da classe média baixa. Ou seja, na prática, o regime era uma oligarquia comandada pelos ricos. Nesse sistema, até formar partidos políticos era proibido.
Abertamente, os Medici não se arriscavam a traçar alianças, mas, por baixo dos panos, Giovanni di Bicci, pai de Cosimo, usou o banco recém-fundado da família para forjar uma rede internacional de contactos e também casou seus parentes de ambos os sexos com membros de famílias mais pobres, mas poderosas. Cosimo continuou a política, oferecendo empréstimos para cidadãos endividados, de forma que, quando fossem eleitos, apoiassem os interesses dos Medici.
O relacionamento com outros Estados europeus se construiu por meio das casas bancárias nos principais centros comerciais do continente: Londres, Nápoles, Colônia, Genebra, Lion, Roma, Avignon, Bruges, Antuérpia, Veneza, entre outras.
Os Medici davam um jeitinho de ter pessoas favoráveis a seus interesses no governo, manipulando os nomes que eram colocados nas borse, os sacos de onde eram sorteados os ocupantes dos cargos públicos como uma verdadeira máfia.
A aprovação pública era tão grande que ninguém se opôs, quando esse poder de influência na cidade passou para o filho de Cosimo, Piero (que viveu apenas mais cinco anos após a morte do pai), e, logo depois, para Lorenzo, neto do Pai da Pátria. Atualmente conhecido como "o Magnífico", Lorenzo levou ao auge a primeira fase do governo dos Medici em Florença, em 1469. Culto, interessado em filosofia, poesia e nas demais artes, ele também era um diplomata nato. Trouxe os melhores artistas da época para Florença e fortaleceu a economia local como mostram descobertas recentes nos arquivos mostram as boas relações da família, nessa época, com a comunidade judaica, eles atraíram ativamente comerciantes e banqueiros judeus para Florença."
Mas casa de ferreiro, espeto de pau, a fortuna dos banqueiros Medici tinha se tornado tão lendária na Europa que todo mundo esperava os gastos mais extravagantes deles - inclusive os aliados de Florença, que adquiriram a mania de contrair (e não pagar) empréstimos, a fundo perdido. Para não perder prestígio, Lorenzo manteve a gastança. O banco acabou falindo e desaparecendo em 1494, dois anos depois da morte do Magnífico.
A aristocracia de Florença finalmente se cansou de ser manipulada pela família e tentou assassinar Lorenzo e seu irmão Giuliano, em 1478. O segundo morreu, e o primeiro sobreviveu para reprimir com violência os rebeldes. Mas, assim que Piero, filho do Magnífico, assumiu o poder, os inimigos aproveitaram um descuido seu - uma desastrada negociação territorial com a França - para declarar um novo exílio da famiglia, em 1494.

A tomada de assalto ao Vaticano
 Lorenzo di Medici (1449-1492), chamado "o Magnífico", seria mais capaz de liderar e governar a cidade, no entanto, ele negligenciou o negócio bancário da família, levando-o à sua ruína final.  
Para garantir a continuidade do sucesso de sua família, Lorenzo planejou as carreiras do futuro de seus filhos criando e educando o obstinado Piero II - o infortuno a seguir como seu sucessor na liderança civil.
Giovanni , o futuro Papa leo X foi colocado na igreja logo ainda novo e a sua filha Madalena foi-lhe fornecido um dote sumptuoso quando ela fez o seu casamento politicamente vantajoso com o filho do  papa Inocent VIII 
Em 1478 houve uma conspiração para o matar juntamente com seu irmão Lorenzo durante a Páscoa e a tentativa de assassinato termina com a morte de Giuliano e apenas ferindo Lorenzo (mais tarde Giuliano e Lorenzo seriam enterrados juntos na Capela Medici).A conspiração envolveu a família Pazzi e Salviati, que eram as duas famílias rivais que disputavam bancário para acabar com a influência Medici, o sacerdote que preside os serviços da igreja, o arcebispo de Pisa e até mesmo Papa Sisto IV que estava empenhado até aos cabelinhos.

Mas coisa não ia ficar assim, um dos  filhos de Lorenzo e um filho de Giuliano que já eram cardeais, começaram a mover o vasto arsenal de dinheiro e aliados da Igreja renascentista contra a república restaurada, representada pela velha aristocracia das guildas e, em menor proporção, da classe média. Em 1512, Florença foi derrotada por um exército papal e teve de aceitar Giovanni, o filho do Magnífico, como chefe de Estado informal. Um ano depois, ele foi eleito papa Leão X.
Só para terem a noção do poder desta familia, sabem quem era a mãe de Leão X ?
Nem mais nem menos do que a Clarice Orsini lembram-se dos Orsini ?

De repente, tanto os Estados papais quanto Florença tinham se tornado um feudo dos Medici, se não no papel, ao menos de fato. Por isso, o domínio dos Medici parecia assegurado quando Giulio, o outro cardeal da dinastia, tornou-se o papa Clement_VII
Giulio was made a Knight of Rhodes and Grand Prior of Capua, and, upon the election of his cousin Giovanni de' Medici to the pontificate as Leo X (1513–21)
The Knights Hospitaller, also known as the Order of Hospitallers or simply Hospitallers, were a group of men attached to a hospital in Jerusalem that was founded by Blessed Gerard around 1023 out of which two major Orders of Chivalry evolved, the Order of the Knights of St. Lazarus and the Order of the Knights of St. John, later to be known as the Sovereign Military Order of Malta.
Sabem em que se tornaram, certo?
" Although this state came to an end with the ejection of the Order from Malta by Napoleon, the Order as such survived. It retains its claims of Sovereignty under international law and has been granted permanent observador Status at the United Nations"
Este Srs têm o Status de Observadores Internacionais...porque será?
Percebem quem anda na cabeça destas Ordens todas...é que nos Graus inferiores pratica-se a filantropia e a caridade é certo mas nos Graus máximos, a história outra.
Percebem agora porque razão os Graus Superiores são CEO´s de grandes bancos, Serviços Secretos...ou pensam que esta gente anda aos Séculos a Assassinar papas e rivais para agora praticar caridade...se acham que sim, pouco há a fazer, estão completamente enganados.
Continuando...
Uma última chance para os republicanos de Florença veio em 1527. A quebra da aliança entre o papa e o comandante do Sacro Império Romano-Germânico, Charles V, Holy Roman Emperor- casa de Habsburg , levou à captura e ao saque de Roma pelas forças imperiais. Mas a situação não durou muito, e Alessandro, bisneto do Magnífico, foi empossado como duque de Florença - a primeira vez que o domínio da cidade pela familia era associado a um título de nobreza. Assassinado, o duque não deixou herdeiros legítimos, mas um obscuro Medici também chamado Cosimo, descendente do irmão do Cosimo "Pai da Pátria", imediatamente tomou seu posto no governo ( Cosimo_I). Uma vez no poder, revelou-se durão e excelente administrador, conquistando a cidade de Siena e unificando toda a região em torno de Florença no chamado Grão-Ducado da Toscana.
Cosimo I não tinha a menor paciência para os vestígios republicanos que ainda resistiam em seu domínio. Discutindo o esboço de uma pintura que retratava a captura de Siena, observou ao pintor Giorgio Vasari: "Os conselheiros que você colocou em torno de nossa pessoa [destaque para o plural majestático], quando você representa nossas deliberações sobre o ataque a Siena, não são em nada necessários, uma vez que tomamos todas essas decisões sozinhos. Você pode preencher o lugar deles com personagens representando o Silêncio e outras Virtudes". O estilo autoritário deu tão certo que os Medici só perderam o poder, em Florença e na Toscana, quando morreu o último membro da dinastia, Gian Gastone, em 1737. O que sobrou da familia? As obras de arte financiadas por seu dinheiro e seu gênio, que ainda fazem de Florença uma das cidades mais belas da Europa.
O Legado dos Medici durante o Renascimento
Uma coisa de boa, esta familia teve pois todos os ícones da arte do Renascimento - Donatello, Fra Angelico, Michelangelo, Leonardo da Vinci, Boticelli, Rafael, além de cientistas como Galileu Galilei e Evangelista Torricelli (dois dos pais da Física moderna) - foram, em algum momento da vida, favorecidos pelo mecenato dos Medici. Só essa lista já seria ampla o suficiente, levando-nos do começo do século 15 ao fim do século 16, uma das fases mais extraordinárias da história da arte. Seja em Florença, como governantes, seja em Roma, como papas, os Medici encomendaram obras de importância vital para a cultura do Ocidente.
É claro que, em parte, esse apoio às artes era uma forma de exibir poder econômico. Mas também uma maneira de mostrar que, com os Medici, Florença abandonava totalmente o passado e se voltava para um futuro brilhante alguns, aliás, eram artistas de talento, como Lorenzo, o Magnífico, considerado excelente poeta, e Leão X, músico.
O Magnífico foi um dos fundadores da Academia Platônica de Florença, grupo de estudos que incluía até refugiados de Constantinopla, então recém-conquistada pelos turcos. O próprio Nicolau Maquiavel, antes inimigo político da famiglia, buscou a atenção dos Medici.
O livro O Príncipe é dedicado a Lorenzo, neto do Magnífico
Esta familia, continua a sua Dinastia através de quem?
Se fizerem uma busca pelos Medici, verão que , aliás como eu vos demonstrei, desde a familia Coloona, aos Poderosos Orsini, os Bourbons, os D´Este, aos Poderosos Farnesse  que mais tarde falarei e que hoje, O Rei D Carlos I é descendente e é dono de toda a Àsia e Norte de Afrca, pois o Rei do Egipto é um farnesse, tal como os Reis do Irão exilados em Inglaterra, á casa de Habsburg a qual nós Portugueses pertenciamos e que nos limparam o sebo para não termos direito ne ás migalhas.
Nós, não temos direito, mas o Grão Mestre  Otto_de_Habsburgo tá ai para as curvas.

Noutro aspecto mais importante se reparerem, o Pope_Paul_III nascido Alessandro Farnese, que eram um dos mais poderosos aliados dos Medici, eleito em 1534, responsavel pela criação dos Jesuits para levarem a cabo a contra-reforma , esteve fortemente envolvido na Inquisição para combater o protestantismo.
Mas ... reparem quem além dos Farnesse, foram ( e são ) os verdadeiros Masters dos Jesuitas.

Esta a a entrada do Palazzo Vecchio , um dos imponentes palácios da familia Medici...
Reparem o que está por cima da Porta....O simbolo IHS dos Jesuitas.


Sala dell'udienza também no Palazzo Vecchio...o que está lá no cimo?
Aqui, no palácio Medici-Riccardi , esta é a Chapel of the Magi ...o que está lá no tecto?

Assalta-me uma Duvida...não temos para ai um Banqueiro que também é Ricarddi?Será?


Este é o edificio da Federal Reserve na America...o mesmo foi construido com base no modelo do palacio vechio e do Palazzo_Pitti ( importante esta pagina para perceberem a imensidão do poder e do dinheiro ).
Agora pergunto eu, quem terá mandado construir a Federal Reserve? Quem estará por detrás do edificio que pode criar dinheiro a partir do ar?... pois...ah pois é...ou acham que é coincidencia?

Engraçado, ao lermos estas paginas com a informação acerca destas familias, por norma as paginas dizem que estas familias já não têm influência.
Claro, então iriam dizer o contrário!

"" Giacomo Medici, Marchese del Vascello (January 1817– March 9, 1882)
In the new Kingdom of Italy, Medici was several times deputy and senator. He died in Rome on March 9, 1882.
Medici was born in Milan in January 1817. In London he met Giuseppe Mazzini, and later in Montevideo Giuseppe Garibaldi. "

Lembram-se do Mazzini ? O mesmo que juntamente com o Felice Orsini, pertenciam á cúpula da Carbónaria e que andaram a matar descenentes das suas familias para unir o seu poder em volta de meia duzia de familias dispersadas pela Europa de forma a conttrolar a U.E.
Não, então analisem lá a guerra dos 30 anos, depois o tratado de Viena com os Habsburg que daria origem a lia das nações e depois ás Nações Unidas após a 2ª guerra mundial.
...e a medalçhinha da Ordem militar de Itália com que ele foi brindado.
Pois...é assim, os assassinos homenageiam-se.

Interessante é também o Giuseppe Garibaldi .
 " Giuseppe Garibaldi ) was an Italian military and political figure. In his twenties, he joined the Carbonari Italian patriot revolutionaries, and fled Italy after a failed insurrection. Garibaldi took part in the War of the Farrapos and the Uruguayan Civil War leading the Italian Legion.

estes gajos andaram por todo o mundo a criar revoltas e revoluções para concentrar o poder das familias.

A este, fizeram-lhe uma Estátua apontado para a cidade do vaticano, porque será?
terá isso alguma coisa a ver com estas familias fazerem parte das linhagens de sangue dos Papas ao longo dos Séculos e terem engendrado um plano para que o Papa ( A figura fantoche para os carneiros venerarem , pois precisam ter uma fachada de benefolentes, filantrópicos, bondosos etc.) para continuarem a serem os Reis dos reis.


Este não o conhecem pois não?
...e Assim ?
E Ele aqui com o Carter...dá para ver o caldinho?

"" Emílio Garrastazu Médici December 4, 1905 —October 9, 1985)
Médici was born in Bagé , Rio Grande do Sul state. From his father's side, he was the grandson of Italian immigrants who went to Uruguay and then re-migrated to Brazil. From his mother's side he was descended from a Basque family. In the 1920s he entered in the Army where he was steadily promoted, becoming general in 1961.
Médici was a close ally of Marshal Artur da Costa e Silva, who became president of Brazil in 1967. Also in this year Médici was appointed chief of the National Information Service (SNI).

ãh..serviçinho de informações...ou pensavam que o topo dos serviços Secretos mete qualquer Zé tretas ao corrente dos negócios?

 " Two years later he become commandant of the Third Army and was chosen to become president of Brazil by the Military High Command. Médici had his presidency confirmed by the electoral college formed by the National Congress,succeeding Gal. Costa e Silva, who had suffered a stroke. Médici took oath on October 30, 1969 and served until the end of his term, March 15, 1974. ""

Olha para eles com o Brazil bem dminadinho...eles andam a brincar querem ver!

"" During his tenure, Médici established a strong military government, the most repressive of Brazil's military regimes, accompanied by tortures and strict censorship of the press""

Podem agradecer-lhe...

"" In 1971, President Richard Nixon and Médici discussed coordinating efforts to help Cubans and Chileans overthrow Fidel Castro and Salvador Allende respectively.[4] National security advisor Henry Kissinger's account of the December 9, 1971, White House visit by Médici was written "for the president's file" and classified Top Secret. It was declassified on September 4, 2008, and made public in July as part of a State Department publication on U.S. foreign policy.[4]
Kissinger's memo shows it was Nixon who raised the subject of Allende during the meeting, asking for Médici's views on Chile: "Médici said Allende would be overthrown", [Nixon] then asked whether Médici thought that the Chilean armed forces were capable of overthrowing Allende Médici replied that he felt that they were and made clear that Brazil "was working towards this end."[4] The memo notes Nixon and Médici also discussed whether Cuba should have readmission to the Organization of American States. For his part, Médici noted that Peru was trying to persuade the OAS to consider readmitting Cuba and asked Nixon how they should cooperate to oppose the move. Nixon said he would study the issue and reply to Médici "privately." The OAS voted to lift sanctions on Cuba in 1974. ""

Percebem como funciona a coisa?...Quem acham que mandava...o Carter, o Kissinger ou o Medici?Quem acham que fez o Golpe de estado que levou ao periodo de repressão no Brasil?
O Artur da Costa e >Silva ou Ele a financia-lo caso a coisa desse para o torto?
Não acreditam...então vejam a pagiina do Arturzinho.

Eu compreendo que, todos estes Posts, poderão parecer que o que aqui relato, são apenas a história de familias reais e que muitos acreditão que actualmente, os mesmos já não têm qualquer influência, no entanto, o que estou a fazer é apenas a trazer o Backgroud destas familias e como criaram os seus impérios, para mais tarde, perceberem o filme maior nos dias de hoje.
Para quem gosta de História  deixo-vos o filme da vida dos Medici, apesar do filme estar um pouco Romanciado e a história contada de uma forma leve para os pulhas que foram, é muito interessante de ver, são 4 filmes muito interessantes e bem feitos tipo Brave Hart.
Garanto-vos que são 4 serões muito bem passados, não se arrependerão e depois de aqui terem lido um pouco de quem foram os Medici, o filme ganha ainda mais interesse.
Aliás o que eu aprendi nestes 4 documentarios, inclusivel sobre Maquievel, não tem sequer pararelo com nada do que aprendi na escola, não me canso de ver este tiop de Documentários, lindos ...lindos.
Ponham em tela cheia que verão melhor.
Vá... enquanto estou a preparar a próxima familia.

Os Medici- The birth of a Dinasty


The Magnificent Lorenzo Medici


The Medici Pope


The medici - Power Vs truth


Acham mesmo que uma poderosa ,dinastia de despotas destes perdiam 7oo anos de fortunas assim sem mais nem menos.
O que vivemos hoje, é exactamente a movimentação destas dinastias para manterem as suas fortunas, pois tal como nos Séculos passados, houve periodos em que os sistemas ruiram, eles adaptaram-se e continuam a manter o dominio com os seus braços direitos a administrar-lhes as fortunas.
Não sejamos tolos caramba.

Nuno

4 comentários:

Anónimo disse...

um a curiosidade no emblema dos medici no inicio do post é a lua de júpiter e suas 4 luas (seriam Cosimo 2 e seus 3 irmãos) e girando em torno de júpiter que seria o fundador da casa medici : cosimo I. os madicis tinham adotado o simbolo de jupiter como poder e galileu para ganhar patrocinio para as pesquisas descobriu as luas e homenageou falando que as luas apareceram na sua luneta ao mesmo tempo que cosimo 2 era entronizado. isso aumentou o poder dos medici pq era algo mistico e então galileu conseguiu mais fundos para as pesquisas.. bela joga politica de galileu

Beto Benetti disse...

Pra ver que o mundo é realmente dos espertos rsrs

D. P. Mendonça disse...

É impensável imaginar que o controle do Ocidente (e até do mundo?) possa estar há cerca de 1.700 anos, sob os descendentes de uma só família (mesmo unida à poucas outras). Se assim for, sua genética é digna de extrema admiração por parte de todos, pela norma competência e capacidade de realização. Por isso, acredito piamente, na possibilidade de que todas essas afirmações não passem das teorias conspiratórias de sempre e de exercícios delirantes de adivinhação e imaginação descontroladas.

Streetwarrior disse...

Boa Tarde DP Mendonça.

Do mundo não está....mas pouco faltará, aliás, as ultimas guerras vêm provar que actualmente, a disputa pelo poder total, está praticamente dividido ( e se estiver mesmo ) em duas fações, o Imperio Anglo-saxónico (Ocidente)e o poder Oriente aonde se englobam Países como a Russia, China, Irão e pouco mais.

O DP Mendonça fala que será de uma extrema competência e capacidade de realização imensas, dignas de admiração.
Quando o poder é quase absoluto, o dinheiro já pouco conta e como tal, competência é tudo menos o que importa.
Pois quem faz as regras do jogo,impõe praticamente que no final, jogue quem jogar, o dono das regras ganha sempre.
Qual será a parte que desconhece que famílias poderosíssimas, casam seus filhos entre si, para manterem poder e fortunas?

Não conhece?
Se não conhece...eles estão aí... com o desplante e tudo de se apresentarem perante todos nos Grandes Medias mundiais.